Que assim seja...

Re: Que assim seja...

Mensagempor nick » Segunda-Feira 19 Janeiro 2009, 10:54

nem precisa de ir viver para um pais muçulmano
Desde os preceitos alimentares (incluindo o jejum do ramadão) até aos problemas de heranças (no islão uma filha herda metade de um filho), à situação de menoridade da mulher no islão (ainda mais se não for muçulmana); á possibilidade de ela ver o marido juntar mais 3 mulheres à familia, a culminar com o fato (deixei de usar os "c") de em caso de divorcio (e se ele é hoje é frequente é-o ainda mais em casos de culturas diferentes) o pai ficar com os filhos e todo o poder sobre eles a mulher que case com um muçulmano arrisca-se mesmo a meter-se em sarilhos.
nick
Soldado
 
Mensagens: 149
Registado: Quinta-Feira 10 Janeiro 2008, 16:11

Re: Que assim seja...

Mensagempor zézen » Segunda-Feira 19 Janeiro 2009, 11:06

"Diz o roto ao nu, o que vestes tu ? "

Imagem

8-)
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Que assim seja...

Mensagempor zézen » Terça-Feira 20 Janeiro 2009, 01:30

Campanha islâmica contra o Patriarca

Imagem

Sem me rever nos conselhos do Patriarca Policarpo às católicas jovens que eventualmente queiram casar com muçulmanos, corroborados pela Conferência Episcopal Portuguesa, manifesto-lhe pública solidariedade, aqui no Ponte Europa, perante a onda de falsa indignação com que pretendem impedir-lhe o direito à livre expressão e aos conselhos que entende dar.

Carecem de legitimidade moral para condenar o patriarca, por sinal bastante tolerante, para um bispo católico, os que defendem a poligamia, a discriminação das mulheres, a decapitação dos apóstatas e a lapidação das mulheres adúlteras e pretendem que o Corão substitua o Código Penal.

Antes de se manifestarem ofendidos com o cardeal, os líderes islâmicos em Portugal devem penitenciar-se do seu silêncio perante as ditaduras teocráticas do Médio Oriente e o carácter implacavelmente misógino do Islão. Face a qualquer mullah até Bento XVI parece um defensor dos Direitos do Homem.

Quem não respeita a liberdade não merece que respeitem os seus preconceitos. É altura de os muçulmanos europeus explicarem a que tipo de regime submeteriam os não muçulmanos se deixássemos que Alá se tornasse grande e Maomé fosse o único profeta. E por que razão são proibidas as religiões concorrentes nos países submetidos à sharia?

Dito isto, é altura de perguntar aos bispos católicos o que fez a sua religião pela democracia e o livre-pensamento estando a derrota política da Igreja na origem das liberdades individuais de que a Europa goza.

As três religiões do livro – judaísmo, cristianismo e islamismo – são anti-humanas e patriarcais. A misoginia não é uma tara exclusiva do Islão mas apanágio do texto bárbaro da Idade do Bronze, o Antigo Testamento, herdada pelas referidas religiões. O racismo, a xenofobia, a misoginia e a homofobia são valores do Antigo Testamento.

As três religiões não têm feito mais do que reproduzir esses valores cruéis e obsoletos sendo o Islão, actualmente, a religião mais obscurantista.

Defendo as liberdades, nomeadamente a religiosa, do mesmo modo que defendo o direito à descrença e à anti-crença.

posted by Carlos Esperança
http://ponteeuropa.blogspot.com/
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Que assim seja...

Mensagempor Arp » Terça-Feira 17 Março 2009, 20:06

Bento 16 faz primeira visita à África como pontífice

IAUNDÊ (Reuters) - O papa Bento 16 embarcou na terça-feira em sua primeira visita à África como pontífice, buscando apoio para o continente durante a crise econômica mundial e esperando incentivar a paz e ajudar a promover o combate à corrupção.
O papa iniciou sua visita a dois países por Camarões, onde trabalhadores caiaram muros, recolheram o lixo e os ambulantes foram tirados das ruas na terça-feira, nos preparativos para a visita papal.
Embora o número de católicos praticantes venha diminuindo no mundo desenvolvido, a África, onde alguns avanços democráticos vêm sendo feitos, mas ainda há conflitos e crises em ebulição, é vista como vital para o futuro crescimento da Igreja.

Entretanto, a política controversa do Vaticano em relação ao uso da camisinha ainda é motivo de polêmica num continente onde a Aids já matou mais de 25 milhões de pessoas desde a década de 1980.
Enquanto médicos defendem o uso da camisinha para ajudar a frear o avanço da Aids, a Igreja insiste na fidelidade dentro do casamento heterossexual, na castidade e na abstinência sexual.

"O problema não pode ser superado com a distribuição de camisinhas. Isso apenas aumenta o problema", disse o papa a jornalistas a bordo do avião, a caminho da África.

Nos Camarões, Bento vai visitar organizações beneficentes, reunir-se com lideranças muçulmanas e comparecer a uma reunião de bispos que vão tentar mapear o papel da Igreja nas tentativas de melhorar a vida dos africanos. Ainda esta semana, Bento vai embarcar para Angola.

Um outdoor no centro de Iaundê mostrava uma foto do papa e do presidente Paul Biya, com a legenda "uma comunhão perfeita".
Mas muitos na capital estão céticos, especialmente depois que, na semana passada, as autoridades destruíram barracas de feira numa tentativa de limpar a cidade antes da chegada do papa."
Estou feliz por ele estar vindo, mas ele deveria vir pela religião, não por outras coisas", comentou Calvine Noumbisi, 29 anos, que estava agachada ao lado de uma rua, vendendo terços, livros de orações e incenso para uso numa igreja próxima.

Embora Camarões e Angola sejam países ricos em recursos naturais, onde o petróleo é explorado há anos e milhões de dólares em minérios já foram extraídos da terra, a maioria de seus moradores continua a viver na miséria.
Muitos esperam que esse fato obrigue o papa a pedir que os líderes do continente ponham fim a anos de abuso do poder e má gestão pública.

Na igreja católica São Francisco Xavier, membros da irmandade Ephphata cantavam, dançavam e oravam, suando em suas camisetas políticas, vestidos com estampas religiosas e camisetas de futebol inglesas.
"Estamos felizes", disse Robert Nguidjoi, enquanto os fiéis iam ao altar para receber a bênção do padre. "Jesus veio para salvar os pecadores. Camarões está doente, então estamos felizes porque ele veio nos salvar."


http://noticias.br.msn.com/mundo/artigo ... d=18628442


Depreendo do texto que o presidente do Vaticano anda por estes lados a verificar o estado do mercado das alminhas, porque nos países ditos civilizados estão caríssimas, e continua a aconselhar os fiéis a masturbarem-se quando os apelos da Natureza forem muito fortes.
"Ignorai-vos uns às outras".

É interessante verificar do aproveitamento e promoção da ignorância como meio de arrebanhar clientela.
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Que assim seja...

Mensagempor XôZé » Terça-Feira 17 Março 2009, 22:37

ehehe...lá vais ter que passar por uma penitênciazinha. :mrgreen:

Jejum e esgalhanço em respeito ao santo padre. :lol:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Que assim seja...

Mensagempor Arp » Terça-Feira 17 Março 2009, 22:42

Bruxo! :grin:
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Que assim seja...

Mensagempor Umbelina » Quinta-Feira 26 Março 2009, 23:22

DIVINAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!




Naquele tempo, Jesus subiu ao monte seguido pela multidão e, sentado sobre uma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se aproximassem. Depois, tomando a palavra, ensinou-os dizendo:

Em verdade vos digo, bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles...

Pedro interrompeu:
- Temos que aprender isso de cor?
André disse:
- Temos que copiá-lo para o caderno?
Tiago perguntou:
- Vamos ter teste sobre isso?
Filipe lamentou-se:
- Não trouxe o papiro-diário.
Bartolomeu quis saber:
- Temos de tirar apontamentos?
João levantou a mão:
- Posso ir à casa de banho?
Judas exclamou:
- Para que é que serve isto tudo?
Tomé inquietou-se:
- Há fórmulas? vamos resolver problemas?
Tadeu reclamou:
- Mas porque é que não nos dás a sebenta e... pronto!?
Mateus queixou-se:
- Eu não entendi nada... ninguém entendeu nada!


Um dos fariseus presentes, que nunca tinha estado diante de uma multidão nem ensinado nada, tomou a palavra e dirigiu-se a Ele, dizendo:

Onde está a tua planificação?
Qual é a nomenclatura do teu plano de aula nesta intervenção didáctica mediatizada?
E a avaliação diagnóstica?
E a avaliação institucional?
Quais são as tuas expectativas de sucesso?
Tens para a abordagem da área em forma globalizada, de modo a permitir o acesso à significação dos contextos, tendo em conta a bipolaridade da transmissão?
Quais são as tuas estratégias conducentes à recuperação dos conhecimentos prévios?
Respondem estes aos interesses e necessidades do grupo de modo a assegurar a significatividade do processo de ensino-aprendizagem?
Incluíste actividades integradoras com fundamento epistemológico produtivo?
E os espaços alternativos das problemáticas curriculares gerais?
Propiciaste espaços de encontro para a coordenação de acções transversais e longitudinais que fomentem os vínculos operativos e cooperativos das áreas concomitantes?
Quais são os conteúdos conceptuais, processuais e atitudinais que respondem aos fundamentos lógico, praxeológico e metodológico constituídos pelos núcleos generativos disciplinares, transdisciplinares, interdisciplinares e metadisciplinares?

Caifás, o pior de todos, disse a Jesus:
- Quero ver as avaliações do primeiro, segundo e terceiro períodos e reservo-me o direito de, no final, aumentar as notas dos teus discípulos, para que ao Rei não lhe falhem as previsões de um ensino de qualidade e não se lhe estraguem as estatísticas do sucesso. Serás notificado em devido tempo pela via mais adequada. E vê lá se reprovas alguém! Lembra-te que ainda não és titular e não há quadros de nomeação definitiva.

... E Jesus pediu a reforma antecipada aos trinta e três anos...
Umbelina
Soldado
 
Mensagens: 84
Registado: Quinta-Feira 5 Março 2009, 12:43

Re: Que assim seja...

Mensagempor Arp » Sábado 28 Março 2009, 14:04

Contra o preservativo, contra a pílula, contra o aborto, contra os homossexuais, mas contra-corrente?
Também, mas só quando isso não ajuda na conta corrente.
Depois do Governo do Vaticano ter decidido que as NTI fazem bem á imagem (e ás finanças) aderindo, entre outras coisas, a publicações de luxo no You Tube
(*), vêm agora as Carmelitas Descalças do convento de São José, em Sevilha, as doze que ali restam, tentar o mesmo meio de atrair clientes...



http://www.radionetherlands.nl/currenta ... nuns-spain

É por certo uma ironia que a musica de fundo seja a mesma de um filme pornográfico que vi nos anos 80.



(*)



Productor e Artista principal: Jo Ratz

O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Que assim seja...

Mensagempor zézen » Terça-Feira 31 Março 2009, 13:43

Quem é que ainda alimenta esta cambada de parasitas ? :o

parasita


do Lat. parasitu < Gr. parásitos, comensal

s. 2 gén.,
organismo que vive à custa de outro (o hospedeiro);

pessoa acostumada a comer em casa de outrem;

por ext. pessoa que vive à custa de outrem;

adj. 2 gén.,
que vive à custa alheia.

http://www.priberam.pt/dlpo/definir_resultados.aspx
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Que assim seja...

Mensagempor zézen » Quarta-Feira 1 Abril 2009, 10:41

a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

AnteriorPróximo

Voltar para Religião

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron