Pão-de-Ló

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor Umbelina » Quinta-Feira 9 Abril 2009, 10:25

Sr. Tovi é com muito prazer que aceito a sua "boleia" para o acompanho numa visita a Felgueiras depois das férias de Páscoa. Regresso ao meu canto no dia 22 de Abril. E Felgueiras tem e fica:

Situado em pleno coração do Vale do Sousa, nos limites do distrito do Porto, o concelho de Felgueiras orgulha-se da sua rica e vasta herança de arte românica, visível em muitas igrejas e ermidas que exibem uma arquitectura característica de sólidas paredes de granito e portais profusamente ornamentados.

Os exemplos mais notáveis são o imponente Mosteiro de Pombeiro (fundado no século IX ou no XI, consoante diferentes opiniões), a bela Igreja de Airães (construída no século X, embora tenha sofrido alterações nos séculos XVII e XIX) e a igreja da povoação vizinha de Unhão, fundada em 1165.

Contudo, a região também oferece ao visitante um interessante património arqueológico de outras características e períodos, incluindo os dólmens e antas de Refontoura e de Idães, diversas pontes e vias romanas e a fascinante «Villa Romana» de Sendim, do século IV a.C., onde ainda estão a decorrer escavações.

Numerosos solares e casas nobres erguem-se em quintas e propriedades através do concelho, dotado de uma paisagem de campos férteis e densos bosques e florestas.

À mesa, a especialidade mais conhecida da região é o célebre pão-de-ló de Margaride, produzido há centenas de anos na pequena vila, mas há outras delícias herdadas da rica doçaria conventual e de nomes sugestivos, como os tradicionais papos-de-anjo ou o toucinho de céu.

Merecem igualmente destaque o saboroso cabrito assado com arroz de forno e os vinhos verdes da zona.
Quanto ao artesanato tradicional, os bordados da Lixa e as rendas de Felgueiras fazem jus à respectiva reputação.


Felgueiras tem também:


A Cooperativa Terras de Felgueiras – Caves Felgueiras, possui certificado de qualidade pelas Normas EN ISSO 9001 e HACCP desde Junho de 2007.

Vinho Verde

Espumante

Aguardente

Geropiga

Mel

Kiwis

Azeite

Sr. Tovi despeço-me desejando-lhe a si e a toda a família uma boa festa de Pàscoa.

Umbelina
Umbelina
Soldado
 
Mensagens: 84
Registado: Quinta-Feira 5 Março 2009, 12:43

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor Reboredo » Quinta-Feira 9 Abril 2009, 11:29

Um amigo do peito fez chegar até mim este pergaminho histórico que aqui reparto porque o Homem não vive apenas de Pão-Ló

À roda de um pão-de-ló…

Pão-de-ló de Ovar – Que história?


TEXTO: António Pinho Nunes

Considero-me um bom cliente, apreciador e propagandista do nosso pão-de-ló. Há dias, enquanto saboreava uma boroa esplêndida com uma família amiga e o Abade da Afurada, eu, que tenho a mania de filologar, isto é, de saber o que significam os nomes das coisas, perguntei ao meu amigo Abade:
– “Olhe lá: sabe donde vem esta coisa do “ló” – pão de ló?”
– “Pois é muito simples” –, disse-me ele. E adiantou: “Vem do nome da 1.ª fabricante do pão de ló da minha terra, e que se chamava Leonor Rosa, mais conhecida por Ló”…
– “Terá sido na sua terra que nasceu, em Portugal, o pão de ló?! Temos de fazer lá, então, um monumento!”… –, ri-me com gosto.
– “Pois bem o merece, pela fama e pela história que tem”.
– “Só?! O que interessa é, sobretudo, a qualidade!” – observei-lhe.
A discussão começava, e as outras pessoas já se apercebiam de que estava a surgir ali um problema de bairrismo.
A boroa, ali no meio, estava, porém, a chegar ao fim. E, para acabar o diferendo de forma amigável, disse ao colega:
– “Vá lá, mais uma fatiazinha (a 3.ª ou a 4.ª!), e diga-me se o pão-de-ló de Ovar não é muito melhor que o seu!”…
Enquanto ele lambia os dedos, a terminar, disse:
– “Bem, é doutro género. Tem mais ovos, é mais húmido e pegajoso. Mas não é nada mau!”…
– “Ora bem, parece que chegámos a acordo, não é verdade?” – quis saber.
– “Bem, bem, – concluiu o Abade –, quando voltar cá, traga outro, e não discutimos mais!”…

Mas a conversa não terminara. Ainda ali estava, no meio da mesa, estendido, o papel que envolvera o pão de ló já sumido. Sugeri que era preciso acabar com aquilo, que o do fundo era o melhor.
Como tivesse notado que, por cortesia, tinha sido eu quem comera menos, obrigaram-me a rapar o papel, o que eu fiz sem cerimónia. E o papel ficou liso, que se podia escrever lá… E concluí, triunfante:
– “Como disse o nosso Abade, o pão-de-ló de Ovar é o melhor do mundo!” [Na foto: pão-de-ló São Luiz]
Uma gargalhada geral confirmou a minha opinião e concluiu os debates…
– “Ah, mas, então, essa história do pão-de-ló da sua terra?” – quis eu saber.
– “Bom, isso é muito complicado, e o melhor é eu mandar-lhe um folheto que acompanha cada boroa que se compra, e ficará elucidado. De qualquer modo, fique a saber que esse pão-de-ló deve ser o mais antigo do país, porque se fabrica já há mais de 150 anos. E os últimos dois reis comeram dele…”
- “Pois olhe! – disse-lhe eu. O pão-de-ló de Ovar é um velho de, pelo menos, 200 anos. Há lá em Ovar um manuscrito de 1781 que conta que os padres que levaram o andor do Senhor dos Passos eram obsequiados com pão-de-ló. E bem o mereciam, porque o andor era (e ainda é) muito pesado. E até já não haverá muitos padres hoje que consigam levá-lo”…
Esse folheto, em papel-bíblia, com muitas histórias curiosas, já me veio à mão. A princípio, perguntava-se aí: “porque se chama “pão-de-ló” ou “pão leve”? Quem foi o seu 1.º fabricante? Em que ano se começou a fabricar? São perguntas a que não podemos responder”.
E, a seguir, à procura do significado das palavras, refere-se o seguinte: “Roquete, no seu dicionário, impresso em Paris em 1848, diz que o pão-de-ló é uma massa de farinha, açúcar e ovos. Domingos Vieira, no seu dicionário de 1873, diz que “ló” é uma tela muito fina e rara”.
Portanto, pão-de-ló, também chamado pão leve, é uma massa doce feita de farinha, ovos e açúcar, que fica muito fofa depois de ir ao forno.
“Ló” é também um termo de náutica que, de certo, não deve ser chamado aqui.
Em conclusão: parece-me que a razão do nome deve estar entre a tal Leonor Rosa e estes dicionaristas.
Mas o nosso pão-de-ló também tem a sua História, desconhecida para mim e, certamente, para a maior parte dos vareiros. Não haverá alguém que queira abalançar-se a investigá-la?
Seria interessante que este trabalho fosse feito, para cada marca, até porque ouvi dizer, há pouco, que uma das marcas de pão-de-ló vareiro foi muito apreciada em recente exposição na Feira Internacional de Lisboa.
Finalmente faço votos por que esta nossa especialidade vareira continue a subir em qualidade e fama, mas não no preço…

Artigo publicado no quinzenário ovarense
JOÃO SEMANA (15 de Abril de 1981)

Editado por Fernando Pinto às 12:29
Etiquetas: GASTRONOMIA


Muito obrigado ao meu amigo

Um abraço e até amanhã.
Sempre sempre não, mas sempre sempre até é bom.
Avatar do Utilizador
Reboredo
Furriel
Furriel
 
Mensagens: 1175
Registado: Quinta-Feira 11 Outubro 2007, 18:23
Localização: Brx.

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor Tovi » Quinta-Feira 9 Abril 2009, 18:48

Umbelina Escreveu:Sr. Tovi é com muito prazer que aceito a sua "boleia" (...)

Está combinado!... Depois tratamos dos pormenores da viagem... e de um possível almocinho lá pelas terras da Dona Fatinha, mais conhecida pela "Rainha do Saco Azul"... ;)
http://tovi.blogs.sapo.pt
"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Avatar do Utilizador
Tovi
Resmungão
Resmungão
 
Mensagens: 2577
Registado: Terça-Feira 9 Outubro 2007, 21:28
Localização: Porto - Portugal

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor XôZé » Quinta-Feira 9 Abril 2009, 19:13

:risada: ....ai se a Dona Bilé sabe da boleia... :risada:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor Tovi » Quinta-Feira 9 Abril 2009, 20:08

XôZé Escreveu: :risada: ....ai se a Dona Bilé sabe da boleia... :risada:

A Dona Bilé já está vacinada... :grin:
http://tovi.blogs.sapo.pt
"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Avatar do Utilizador
Tovi
Resmungão
Resmungão
 
Mensagens: 2577
Registado: Terça-Feira 9 Outubro 2007, 21:28
Localização: Porto - Portugal

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor zézen » Sexta-Feira 10 Abril 2009, 13:50

Se falas assim com tanto à vontade, é porque a Madame Bilé jà deve saber que a Dona Umbelina não é espada pra ti. :whistle:
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor Tovi » Sexta-Feira 10 Abril 2009, 14:38

zézen Escreveu:(...) a Dona Umbelina não é espada pra ti. :whistle:

Até parece que já esgrimaste com a «Umbelina»... :grin: :grin: :grin:
http://tovi.blogs.sapo.pt
"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Avatar do Utilizador
Tovi
Resmungão
Resmungão
 
Mensagens: 2577
Registado: Terça-Feira 9 Outubro 2007, 21:28
Localização: Porto - Portugal

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor zézen » Sexta-Feira 10 Abril 2009, 18:18

Sò de lingua (teclada) :risada: :risada: :risada:
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor zézen » Terça-Feira 22 Junho 2010, 08:57

Voltando ao tòpico:

«José Eduardo Regalado» in Facebook >> Então e compraste alguma coisita, ou foi só uma visita de estudo com provas no final??? lol


Posso afirmar que na relação preço qualidade, a iguaria de Mestre JER, é melhor. :whistle:
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Pão-de-Ló

Mensagempor Reboredo » Terça-Feira 22 Junho 2010, 10:11

zézem escreveu:

Posso afirmar que na relação preço qualidade, a iguaria de Mestre JER, é melhor. :whistle:


Eu aprecio as duas iguarias. Para mim as coisas boas só se avaliam pelo gosto e satisfação que nos causam. :grin: :lol: :risada: :content: :63:
Sempre sempre não, mas sempre sempre até é bom.
Avatar do Utilizador
Reboredo
Furriel
Furriel
 
Mensagens: 1175
Registado: Quinta-Feira 11 Outubro 2007, 18:23
Localização: Brx.

Anterior

Voltar para Gastronomia

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron